Curso

As origens históricas e ideológicas do nazismo.

O principal objetivo do curso é estudar as correntes culturais e ideológicas que contribuíram para a formação do nazismo como ideologia, movimento sócio-político e regime totalitário. Através da análise das correntes teológicas do cristianismo, contextos históricos e tendências modernas, tentaremos entender a singularidade do antisemitismo nazista. Um enfoque especial será dado à figura de Adolf Hitler e seu livro “Mi Lucha”. O contexto da Primeira Guerra Mundial, a queda do Segundo Império Alemão e as fraquezas estruturais da “República de Weimar” serão nosso guia para compreender o fenômeno nazista.

Conteúdo disponível em Maio 2022

Este conteúdo estará disponível em breve

  • O ódio medieval na Europa católica, a teoria da testemunha em Santo Agostinho.
  • As origens protestantes, Lutero e os judeus: Lutero era um antissemita?
  • A perspectiva judaica: do “ódio a Israel” (como povo, religião e cultura) ao antissemitismo moderno. Uma visão geral conceitual e histórica.
  • Resumo: as contribuições das correntes cristãs ao antissemitismo.
  • A inserção dos judeus na modernidade europeia. Contexto histórico: a Revolução Francesa, a era de Napoleão, o período de reação conservadora – Primeira metade do século XIX.
  • Do romantismo à teoria racial, a reação à emancipação (igualdade civil) dos judeus, o nacionalismo europeu e a formação de estados baseados no conceito de nação.
  • O “Judaísmo na Música” de Richard Wagner (1850).
  • Os partidos políticos antissemitas na Alemanha e na Áustria e a formação de uma ideologia racista antissemita na segunda metade do século XIX. Os principais pensadores antissemitas: W. Marr, H. S. Chamberlain. Os principais pensadores antissemitas: W. Marr, H. S. Chamberlain.
  • Resumo: do ódio contra Israel ao antissemitismo como uma nova teoria racial e como um movimento político de massa.
  • O contexto do final do século XIX na Rússia. As posições dos czares russos. Os pogroms de 1881 e suas consequências.
  • A reação dos judeus russos: L. Pinsker, entre a auto-emancipação e a “Judeofobia”. O movimento sionista nascente na Rússia: os “Amantes de Sião”.
  • A reação dos judeus russos: L. Pinsker, entre a auto-emancipação e a “Judeofobia”. O movimento sionista nascente na Rússia: os “Amantes de Sião”. A ascensão do sionismo político: Theodore Herzl e a “questão judaica”. As primeiras ondas de imigração para a Terra de Israel sob o Império Otomano – “Primeiro e Segundo Aliyah”. O “Caso Dreyfus” na França e seu impacto no anti-semitismo moderno.
  • Os “Protocolos dos Anciãos de Sião”. A Rússia czarista e o ódio anti-judaico baseado em teorias conspiratórias.
  • Resumo: os antecedentes do nazismo e o contexto do crescimento do anti-semitismo até a Primeira Guerra Mundial.
  • Antissemitismo na Alemanha no Segundo Reich – 1871-1918.
  • A Primeira Guerra Mundial – 1914|1918 – e seu impacto na vida judaica. A queda do Império e a instalação da “República de Weimar”. A teoria da “traição judaica” e a lenda da “punhalada pelas costas”.
  • Judeus proeminentes na Alemanha na época da República de Weimar. O caso de Walter Rathenau.
  • A ascensão do movimento nacional-socialista, a importância de Adolf Hitler. A tentativa de “putch” em Munique, em 1923.
  • O contexto histórico dos anos 20 na Alemanha: inflação e crises econômicas e instabilidade política como fatores decisivos para a formação do nazismo.
  • Lendo “Minha Luta” – seus fundamentos ideológicos e seu impacto na sociedade alemã. Como foi escrito? Quando foi publicado? Quando se tornou importante na Alemanha e em outros países?
  • O anti-semitismo nazista como um fenômeno histórico – plataforma ideológica, movimento político e seu crescimento na “República de Weimar”.
  • O crescimento político e a tomada do poder: 1929-1933.
  • A centralidade do anti-semitismo na ideologia nazista e no regime nazista.
  • A nazificação da Alemanha: 1933-1939. A legislação anti-judaica e suas implicações.
  • O ódio anti-semita como uma força motriz por trás das práticas e políticas nazistas.
  • Avaliação histórica: a importância do anti-semitismo nazista e sua transformação em um plano genocida – a “Solução Final da Questão Judaica”, no contexto da Segunda Guerra Mundial. Revisão das posições dos historiadores centrais de nosso tempo: Saul Friedlander, Ian Kershaw, Timothy Snyder, Christopher Browning, Yehuda Bauer.

Sobre o Professor

Dr. Yossi Goldstein

Historiador, educador, pesquisador especializado no estudo e transmissão da Shoah/Holocausto e seu impacto em nossos dias, e em outras áreas da história judaica e do judaísmo contemporâneo.

 

Ph. D. em Judaísmo Contemporâneo pela Universidade Hebraica de Jerusalém. Tese de doutorado: “A influência da Agência Judaica e do Estado de Israel na vida judaica na Argentina e no Uruguai, 1948-1958”.

 

Supervisor de tese: Prof. Haim Avni.

 

Autor de mais de 40 artigos acadêmicos publicados em vários livros e jornais importantes, e de cursos à distância, um deles em um livro digital: “Corrientes del Pensamiento Sionista Contemporáneo”. (Correntes do Pensamento Sionista Contemporâneo).

 

Autor do livro “Os combatentes judeus – Capítulos heróicos na história do povo judeu”, com Eduardo Kovalivker (2018).

 

Palestrante do Mestrado em Educação Judaica no Centro Melton, Escola de Educação, Universidade Hebraica de Jerusalém.

Certificação

Quer ser o primeiro a receber novidades, atualizações, artigos e materiais exclusivos?

Conteúdos relacionados

História
Documentário

ESCOLHA O MELHOR PLANO PARA VOCÊ

Conteúdo
Individual

R$ 197
Em até 6x

Assinatura Anual Gold

R$ 997 / ANO
Em até 12x

Assinatura Anual Platinum

R$ 1497 / ANO
Em até 12x

GARANTA SEU ACESSO

Insira seus dados abaixo para realizar sua inscrição

GARANTA SEU ACESSO

Insira seus dados abaixo para realizar sua inscrição

GARANTA SEU ACESSO

Insira seus dados abaixo para realizar sua inscrição